Paolla Oliveira lamenta estar longe de sua avó: “Saudades”



– Advertisement –

Paolla Oliveira – Reprodução Instagram
Nesse momento a orientação é que as pessoas se mantenham afastadas de aglomerações, e não importa sua condição social.
+Namorado de Paolla Oliveira, Douglas Maluf enfrentou batalha contra câncer
– Advertisement –

Se engana quem pensa que os famosos não estão sofrendo nesse período que se instalou pela pandemia por conta do covid-19, uma das belas atrizes da atualidade Paolla Oliveira usou as redes sociais para fazer um desabafo.
A atriz , que é uma das beldades que esteve em alta nos últimos tempos, usou seu Instagram oficial para falar sobre saudade. Na manhã deste domingo (22), em seu perfil oficial, a atriz compartilhou com seguidores um click muito fofo.
– Advertisement –

Paolla Oliveira compartilhou uma foto de sua avó e abriu o coração, a famosa surgiu abraçadinha com a parente, enquanto ambas sorriam e falou sobre saudade. “Estamos longe uma da outra, mas o coração pode estar sempre juntinho. Se cuida, vó. Saudade”, escreveu na legenda da publicação.(Veja foto abaixo)

Os seguidores ficaram encantados com a postagem da atriz e aproveitaram para deixar seu recadinhos mais que fofos para a artista: “Sua avó e você são lindas”, disparou uma. “A coisa mais difícil é ficar longe deles”, declarou outra. “Bom domingo”, desejou a terceira. “Maravilhosas e lindas”, disse mais um fã.
+Paolla Oliveira ganhará programa de moda na TV

Paolla Oliveira está namorando com o coach Douglas Maluf, que é especialista em programação neurolinguística e criador do Método MD – Inteligência Emocional, recentemente o namorado da atriz utilizou das plataformas digitais para relatar um momento difícil em sua vida.
Na ocasião o profissional desabafou em seu Instagram: “Um dos momentos mais difíceis da minha vida foi ouvir da boca de um médico de confiança: ‘Você está com câncer. Precisamos marcar a cirurgia com urgência!’. O nome assusta e com certeza também me assustou. Eu sabia que teria que enfrentar duas grandes guerras: a primeira contra a doença e nessa contaria com a ajuda da quimioterapia…” Siga lendo o relato
Veja o post: