Madrinha do Brasil, Sabrina Sato emociona com desabafo sobre adiamento das Olimpíadas



– Advertisement –

Madrinha do Brasil, Sabrina Sato emociona com desabafo sobre adiamento das Olimpíadas – Instagram/Reprodução
Inicialmente marcada para ocorrer na metade deste ano, a realização dos Jogos Olímpicos seria sediado em Tóquio. No entanto, devido a pandemia do novo coronavírus que se alastrou nos quatro cantos do mundo, incluindo o Brasil, acabou por motivar o adiamento da realização do evento pela primeira vez na história.
+ Sabrina Sato mostra momento em família para conscientizar fãs sobre prevenção contra o coronavírus
– Advertisement –

Sabrina Sato, para quem não sabe, é a madrinha em representação ao Brasil ao lado da cantora Claudia Leitte, e em entrevista concedida à Coluna do Leo Dias, a apresentadora da Record desabafou diante da decisão tomada pelo COI (Comitê Olímpico Internacional), que trabalha com o próximo ano como cenário ideal para a realização. Perante a situação de alerta e em estado de quarentena, a japa deu sua opinião.
+ Sabrina Sato compartilha como está se distraindo em quarentena
– Advertisement –

“O momento é de reflexão, de considerar valores que no dia a dia às vezes não enxergamos, olhar o próximo com outros olhos, ser mais generoso e mais solidário”, iniciou a artista. “Eu respeito a decisão, porque ela protege a saúde dos nossos atletas e de várias pessoas envolvidas direta ou indiretamente a esse grande evento”, comentou a esposa do ator Duda Nagle. Neta de japoneses, a apresentadora do ‘Domingo Show’ destaca a valorização do esporte mesmo diante do momento caótico e preocupante evidente.
+ Sabrina Sato faz revelações sobre complicação de quarentena com Duda Nagle
“Isso também é valorizar o esporte. Em 2021 voltaremos mais fortalecidos, em todos os sentidos. E tenho certeza que voltaremos mais unidos para poder, juntos, realizar essa linda festa”, concluiu a mãe da pequena Zoe, esperançosa. Nas telinhas, ela também teve seus trabalhos suspensos até a segunda ordem, seguindo as recomendações feitas pela OMS (Organização Mundial da Saúde).