Justiça determina que especial do Porta dos Fundos saia do ar

DivulgaçãoEspecial do Porta dos Fundos foi lançado pela Netflix em dezembroO desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou nesta quarta-feira (8) que a Netflix e o Porta dos Fundos tire do ar o “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”. A informação é do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.
A decisão foi tomada após um pedido da Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, que foi negado em primeira instância. O especial, lançado em dezembro na Netflix, gerou polêmica por retratar Jesus como homossexual.
Veja abaixo um trecho da sentença:
“Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida.”
Há poucas semanas, a sede da produtora Porta dos Fundos foi alvo de um ataque com bombas caseiras também por causa do especial de Natal. O atentado teria sido feito por Eduardo Fauzi, que está foragido na Rússia.