Em doc, Taylor Swift revela que lutou contra distúrbio alimentar

ReproduçãoTaylor Swift batalhou contra transtorno alimentarTaylor Swift abriu o jogo sobre distúrbio alimentar que sofreu em seu documentário, “Miss Americana”, que estreia na Netflix em 31 de janeiro. O longa foi exibido no festival de cinema de Sundance, na noite de quinta-feira (23).
No doc, Swift fala sobre o momento complicado que viveu, e explica que quando “via uma foto que mostrava a barriga um pouco saliente ou… se alguém dizia que eu parecia grávida… isso servia como gatilho para eu fazer jejum, parar de comer.”
A preocupação aumentou durante a turnê, já que Taylor teve a sua performance afetada. “Eu achava que era normal achar que ia desmaiar no fim do show ou no meio da apresentação. Agora, percebo que não, se você comer, tiver energia, e ficar mais forte, é possível fazer os shows sem passar mal.”
O filme, dirigido por Lana Wilson, foi descrito como um “olhar emocionalmente revelador e cru sobre Taylor Swift, acompanhando uma das mais icônicas artistas do nosso tempo, enquanto ela aprende a abraçar seu papel não só de artista, mas como uma mulher que usa o poder de sua voz”.