Carlos Casagrande trocou o mundo das celebridades por negócios



– Advertisement –

Carlos Casagrande – Reprodução/Instagram
O ex-galã da TV Globo, Carlos Casagrande decidiu dar uma guinada em sua vida e deixou de lado o mundo das celebridades para atuar na vida de empresário. Tanto é que ele deixou o Brasil e está morando em Miami.
+ Aos 51 anos, Carlos Casagrande se submete a procedimento estético pela primeira vez
– Advertisement –

Em conversa com o jornal carioca Extra, o bonitão deu detalhes de como foi a sua mudança. Carlos Casagrande contou que foi para os Estados Unidos para passar uma experiência, mas gostou tanto que decidiu ficar:
+ Carlos Casagrande é internado após reação alérgica
– Advertisement –

““Moro com minha mulher e meus dois filhos. Sou casado há 17 anos, e eu e a Marcelly já completamos 22 anos juntos. Moramos em Miami há 4 anos. A intenção era vir pra Miami como um período de experiência de 1 ano, eu queria morar fora com meus filhos um tempo. Eu morei em vários países sozinho, quando solteiro, durante minha carreira de modelo entre 1988 a 1998, eu queria pela primeira vez morar fora com filhos e dar a eles essa oportunidade. Porém……fui surpreendido por todos, esposa e filhos, que não queriam mais voltar pro Brasil. Realmente a sensação de segurança que se sente aqui, mais a temperatura, as praias, os canais cheios de barcos, me conquistaram também, então resolvemos ficar”, revelou o ator de 51 anos.
O galã contou o com o que trabalha: “Desenvolvo projetos de construção para investidores, faço intermediação de negócios, sou sócio num complexo de restaurantes e bares localizado na Brickell, que acabou de inaugurar. Também tenho uma empresa de reformas de imóveis aqui em Miami”.
+ Ator Carlos Casagrande comemora aniversário do filho
Para Carlos Casagrande, esta função surgiu ainda enquanto estava no Brasil: “Na verdade eu já construí no Brasil, mas só isso. Foi depois que cheguei em Miami que surgiu a idéia da intermediação de negócios, conheço muitos empresários, investidores, gestores de fundos, todos procuram por oportunidades melhores de investimentos”.