Felipe Neto promete processar pesquisadora do Instituto Butantan depois de ser chamado de “macaco pedófilo”



Felipe Neto / Instagram
Usar as redes sociais para emitir opinião é saudável, mas não pode é sair ofendendo todo mundo por aí. Depois de criar polêmica com Caetano Veloso, a pesquisadora do Instituto Butantan, Maria Carla Petrellis, agora está na mira de Felipe Neto.
Na terça-feira (12), o youtuber anunciou nas redes sociais que irá processar Petrellis. A cientista o chamou de “macaco pedófilo” no Twitter, bem como fez com o cantor Caetano Veloso. Ela também foi processada pelo músico.
Felipe Neto se desculpa na internet, após aparecer em vídeo furando a quarentena
No tuit, Felipe Neto publicou trechos das ofensas e teceu comentários sobre a pesquisadora. “Infelizmente, essa mulher é pesquisadora do Butantan. Bolsonarista fanática, ela tem por hábito chamar opositores de ‘macacos pedófilos’. Fez o mesmo com Caetano Veloso e foi processada, agora será processada pela minha equipe. Uma cientista doutora em farmacologia. Que nojo.”, escreveu o youtuber.

Caetano Veloso processa internauta que o chamou de ‘macaco pedófilo’
Caetano Veloso entrou com uma ação no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro por danos morais contra a farmacêutica Maria Carla Petrellis. Em 2018, ela usou o Twitter para chamar o cantor e compositor de “macaco pedófilo”. O tuíte da ré é uma reposta a uma publicação da revista Fórum sobre a condenação do blogueiro Flavio Morgenstern, que na época havia sido condenado a pagar R$ 120 mil de indenização a Caetano pelo uso da hashtag #CaetanoPedófilo.