Ana Maria Braga clama por justiça: “Eu repudio episódios de violência”



A apresentadora Ana Maria Braga – Reprodução: TV Globo (Captura: Área VIP)
Ana Maria Braga, antenada nas redes sociais, na manhã desta sábado (21), resolveu compartilhar com seus mais de 9 milhões de seguidores, sua revolta com o caso que aconteceu no supermercado em Porto Alegre.
+Ana Maria Braga é criticada após fazer discurso sobre “Consciência Humana” em seu programa
o assunto comoveu o país, e a apresentadora Global falou sobrea morte de João Alberto Silveira Freitas, que foi brutalmente assassinado por seguranças do mercado Carrefour.
Vale lembrar que a apresentadora, já foi garota propaganda da rede de mercados há um tempo atrás. Em suas plataformas digitais, seu Instagram e também seu Twitter, a famosa fez questão de deixar seu recado.
No Instagram ela postou um clique todo preto com um desenho de um carrinho de supermercado, indignada com o que aconteceu, a loira cobrou dos responsáveis uma resposta.
“João Alberto Silveira Freitas teve a vida abreviada por um crime violento fruto de racismo“, começou ela.
E na sequência continuou deixando claro que está indignada com esse acontecimento: “Eu repudio os episódios de violência acontecidos no Carrefour. Há mais de 10 anos não sou garota propaganda…”
+Programa de Ana Maria Braga revela bastidores do trabalho de Tom Veiga como Louro José
“Mas entendo a minha responsabilidade como comunicadora de me posicionar para que o Carrefour assuma a responsabilidade por (mais esse) crime. Justiça para João Alberto!”
Entenda o caso de João Alberto:
Na última sexta-feira (20), foi o dia da Consciência Negra e, em Porto Alegre foi marcado por um episódio  que revoltou a população.
A morte de João Alberto Freitas, 40 anos, na noite anterior no estacionamento do Carrefour. Na ocasião o moço teria ido com a esposa, a cuidadora de idosos Milena Borges Alves, fazer compras e se desentendeu com os seguranças que o agrediram até a morte.
Confira a publicação de Ana Maria Braga: